A Enteroscopia com Duplo Balão (EDB) é uma técnica endoscópica que possibilita avaliar todo o intestino delgado, parte do tubo digestivo inacessível à Endoscopia Digestiva Alta e à Colonoscopia. Esse exame permite diagnósticos de diversas patologias do intestino delgado e também a realização de várias ações terapêuticas.

As indicações para esse procedimento são o tratamento de hemorragia digestiva de origem obscura (5% das hemorragias digestivas), anemia ferropriva sem causa, síndromes polipoides, localização, biópsias e/ou tratamento (retirada) de tumores (linfomas, adenocarcinomas, carcinoides, tumores estromais, etc), doença celíaca, avaliação de paciente com cirurgias abdominais com alteração do intestino delgado (cirurgia da obesidade, Y de Roux, etc), retirada de corpo estranho, realização de jejunostomias.

Esta técnica é realizada por meio de um videoendoscópio semelhante ao endoscópio, acoplado a um tubo (overtube). Em sua extremidade tem um balão de silicone que pode ser insuflado com ar ou com dióxido de carbono, permitindo o ancoramento destes dispositivos na luz do intestino. O paciente é preparado como se fosse fazer uma endoscopia digestiva alta se a via de acesso for anterógrada (via oral) ou semelhante ao da colonoscopia, se a via de acesso for retrógrada (via anal). Pode ser realizada ou com sedação ou com anestesia geral, sempre supervisionada por médico anestesista.

Algumas das lesões identificadas com cápsula endoscópica podem ser biopsadas, retiradas ou tratadas durante a Enteroscopia com Duplo Balão, sendo uma alternativa à cirurgia.