O que é o abscesso anorretal?

O abscesso anorretal, abscesso perianal ou abscesso anal é uma “espinha grande” ou “furúnculo”, onde se forma pus dentro de uma cavidade na região anal ou próximo dela.

Quais as causas?

O abscesso anal costuma aparecer de uma infecção local, gerada por diversos fatores: escoriações, perfurações, fissuras. Mas o mecanismo mais comum é a infecção de glândulas localizadas no final do canal anal, que obstruem e infectam, causando o quadro.

Quais os sintomas?

Os sinais e sintomas do abscesso anal no local são: dor, inchaço, vermelhidão e temperatura aumentada no local. O paciente pode apresentar também febre com calafrios, fraqueza e cansaço, dependendo do tamanho e comprometimento do abscesso.

Como é diagnosticado?

O diagnóstico é feito no consultório, basicamente com a história do paciente e o exame físico adequados. Exames complementares eventualmente são necessários em doenças mais complexa, abscessos profundos e quadros incertos.

Qual o tratamento?

O tratamento para o abscesso perianal é a drenagem cirúrgica, podendo associar antibioticoterapia ao quadro. A drenagem se faz com um corte sobre a área do abscesso, permitindo que o pus saia da cavidade. Abscessos pequenos podem ser drenados com anestesia local; já os maiores e mais profundos podem necessitar de sedação, raquianestesia ou anestesia geral.

O abscesso pode ainda “estourar” e drenar sozinho, sem cirurgia. Neste caso, faz-se o acompanhamento para garantir que toda a secreção saiu.

Como prevenir?

A prevenção deve incluir medidas que evitem trauma e obstrução das glândulas: alimentação balanceada, rica em fibras e uma boa ingesta de líquidos podem evitar parte dos casos de abscessos perianais.

*****

avatar de Alvaro Steckert Filhoavatar de Juliana Stradiotto Steckert
Conteúdo por Alvaro Steckert Filho (CRM-SC 18816) e Juliana Stradiotto Steckert (CRM-SC 11782)