O Maio Roxo é o mês em que vamos tratar sobre as Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs) e as principais dúvidas sobre o assunto estão a seguir:

1. O que são Doenças Inflamatórias Intestinais?

As DIIs são doenças provocadas por uma desordem do sistema imunológico e que por consequência, afeta as células que formam o trato gastrointestinal, especialmente os intestinos grosso (cólon) e o delgado. Podem em alguns casos, acometer outros órgãos, como as articulações, a pele e o fígado.

2. Quantas são as DIIs?

As duas principais DIIS são a Retocolite Ulcerativa e a Doença de Crohn. Nos próximos dias vamos falar sobre delas, esclarecer sobre sintomas, exames e tratamentos. Muito importante falarmos delas porque atingem ambos os sexos por volta dos 30 anos.

3. Quais as causas das DIIs?

As pesquisas sobre as DIIs são muito significativas, mas até o momento não se sabe como e nem os motivos para que as células de defesa iniciem a agressão descontrolada ao intestino. Acredita-se que hábitos pessoais, alterações do meio ambiente, mudanças na flora intestinal e a predisposição genética sejam fatores que influenciam no aparecimento das DIIs.

4. Isso quer dizer que as DIIs passam dos pais para os filhos?

A herança genética representa uma pequena parte dos fatores que causam as DIIs, ou seja, há pouca chance a mais dos filhos de pacientes com DIIs terem a doença.

5. Como prevenir as DIIs?

A manutenção de uma vida saudável, que inclui hábitos alimentares, prática de atividade esportiva e sono regular são as principais indicações preventivas.

6. As DIIs têm cura?

Apesar da indústria farmacêutica disponibilizar diversas terapias muito eficientes no controle das DIIs, a cura inexiste. Por isso, é muito importante que o paciente tenha consciência da importância do tratamento para a garantia de sua qualidade de vida e para reduzir chances de cirurgia.

7. O que acontece se o tratamento for interrompido?

Se a terapia for interrompida sem a orientação do médico coloproctologista, o paciente pode ter danos irreversíveis como a formação de estenoses (estreitamento do intestino), fístulas (comunicação do intestino com outros órgãos) e até mesmo, aumentar as chances de câncer de intestino.

8. Como é o tratamento das DIIs?

Os medicamentos devem ser prescritos por médico coloproctologista de acordo com o diagnóstico de cada paciente.

9. Paciente diagnosticado com DIIs pode tomar vacinas?

A vacinação é uma medida de grande importância a todas as pessoas, prevenindo várias doenças infecciosas, entretanto, muitas medicações utilizadas no tratamento das DIIs podem diminuir as defesas do organismo e aumentar o risco de infecções, contraindicando o uso das vacinas com vírus vivos, como é o caso da Febre Amarela. Por isso, sempre que possível, antes de iniciar o tratamento, é importante

atualizar a carteira de vacinação e principalmente, conversar com o seu médico sempre que precisar fazer ou atualizar suas vacinas.

Fonte: GEDIIB

**************************
Gastro Medical Center

Telefone: (48) 3030 2930
Whatsapp: (48) 3030 2930
E-mail: atendimento@gastromedicalcenter.com.br
Website: gastro.floripa.br

Faça contato para saber sobre planos de saúde e formas de pagamento.

Diretor Técnico: Dr. Silvio Feiber Filho – CRM/SC 7843 – RQE 6243

Conteúdo meramente informativo, não devendo ser
utilizado para realizar diagnósticos ou tratamentos.
Consulte um médico em caso de dúvidas.

Diretor Técnico: Dr. Silvio Feiber Filho
CRM/SC 7843 RQE 6243
Feito para você de ❤ Políticas de privacidade